Deixe um comentário

Botões

botões

“Pequena peça, quase sempre arredondada, que se usa como ornato no vestuário ou para fechar, entrando numa abertura chamada casa ou numa aselha” (dicionário web). Uma das funções mais específicas para o botão está relacionada ao uso de roupas, no abrir e fechar, mas há outros usos como no ligar e desligar uma máquina, por exemplo. Contudo, seu desempenho está ligado a coisas e não a seres humanos.

É possível imaginar uma pessoa com um dispositivo e a cada “clique” pudesse começar ou terminar um determinado sentimento. Ou seja, em momentos de aflição, tristeza, mágoa ou angústia pudesse apertar e simplesmente deixar de sentir tal sensação.

Mas, isso não existe e muito menos será possível de existir. As situações complicadas surgem na vida das pessoas não para destruí-las, apenas para aprender a superá-las. Se alguém for demitido de uma empresa da qual gostava é normal no início se sentir desanimado para enfrentar o dia a dia, mas imagina que sem esse trabalho, terá de ir à busca de um novo e talvez seja muito melhor do que o primeiro.

Quando um objeto apresenta falhas nos botões há duas opções a seguir. A primeira, mais usual, tende ser na substituição daquele aparelho, em outros casos, no conserto dele. Na vida não há essas escolhas. As pessoas enfrentam seus obstáculos ou não conseguem se livrar deles. Com isso, podem surgir problemas físicos, como doenças psicossomáticas, depressão, estresse excessivo, entre outros caso não sejam solucionados.

Há na bíblia um versículo “basta cada dia o seu mal” que transmite uma ideia sobre isso. A sociedade não consegue lutar no seu cotidiano como deveria, a ansiedade de lucrar mais, ter status sociais levam os cidadãos a serem bem sucedidos por fora, mas seu interior repleto de conflitos.

Não há botão que “desliga” a raiva de ser totalmente molhada quando um veículo passa numa poça ou de ser humilhada perante seus amigos, de não acreditarem em você quando só diz a verdade, quando por mais lutas que enfrente, seus objetivos não são alcançados. Há inúmeras justificativas para elucidar a vontade de fazer um “clique” e todo aquele sentimento acabar.

Entretanto, o ser humano é considerado um animal racional pela ciência e não a toa isso é verídico. Caso não houvesse a razão, não seria possível passar por determinadas situações. Até um animal de estimação com treino aprende o que é certo e errado e sabe as conseqüências que pode sofrer caso não haja de maneira correta.

Assim, a melhor maneira de solucionar um problema sem a utilização de um botão, é imaginar algo que possa fazer este trabalho. Logo, no momento em que um desafio aparecer ou a raiva e ansiedade se tornar grande, tente ter uma “válvula de escape”, como assistir filmes, sair com amigos, ir caminhar, jogar viodeogame, quem sabe até ajuda profissional.

Enfim, vivemos em mundo cruel, nem tudo ocorre da maneira que queremos. Não temos “botões” de liga e desliga, não vamos ser consertados pela assistência técnica. Devemos lidar com nosso cotidiano com a razão, descobrir um passatempo para os momentos mais difíceis e viver um dia após o outro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tiltou!

Games, Cinema, HQs e etc.

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

%d blogueiros gostam disto: